‧ Envio Grátis ‧ Receba em 4 dias úteis ‧ 30 Dias para Trocar ‧ 2 Anos de Garantia ‧

Porque a pedra ametista tem tanto valor?

A ametista é uma pedra muito valiosa do grupo quartzo. Segundo alguns estudos a sua origem é grega, e vem do nome "amethystos" que significa "não intoxicado". 

Uma das lendas gregas reza que a pedra ametista nasceu num dia de fúria do deus Dionísio (deus do vinho e da festa). Neste dia, este deus teve um surto de raiva, e havia prometido soltar os seus tigres sobre a primeira pessoa com quem ele se encontrasse. Ametista, uma comum mortal, teve o azar de cruzar o caminho de Dionísio, quando se dirigia para o templo da deusa Ártemis. Ao ver os tigres esfomeados e preparados para a atacar, Ametista suplicou o auxílio da Deusa para que a livrasse dessa morte tão trágica. Por magia, a deusa transformou Ametista num cristal branco para que os tigres não a matassem. 

Ao ver este milagre, Dionísio comoveu-se e ficou arrependido por se ter deixado levar pela fúria, e como prova do seu arrependimento derramou uma taça de vinho sobre o cristal. De repente, o cristal branco ganhou uma tonalidade violeta, como hoje o reconhecemos. 

Devido a esta lenda, a pedra ametista tornou-se muito popular por todo o mundo por carregar em si uma história de arrependimento tão bela como esta, que nos mostra como as provas de arrependimento tem poder de transformar as situações. Por este motivo, os mais esotéricos defendem que esta pedra deve ser utilizada para transmutação de energia.

Na antiguidade acreditava-se que a pedra ametista tinha poderes de protecção e que estava ligada a estados de elevação espiritual. Era por este motivo que os sacerdotes e bispos da igreja católica usavam anéis com esta pedra tão mística. 

Actualmente, a pedra ametista é muito usada em jóias, pois além da sua beleza natural, esta pedra, segundo as crenças mais antigas, está fortemente associada ao mundo espiritual.

(Pulseira com pedras predominantemente ametista e pedras que representam os 7 Chakras)