‧ Envio Grátis ‧ Receba em 4 dias úteis ‧ 30 Dias para Trocar ‧ 2 Anos de Garantia ‧

O pai natal existe? Como surgiu a ideia de oferecer presentes no natal?

Natal é o nome da festa cristã que celebra o nascimento de Jesus. 

Independentemente da fé de cada um, a época natalícia é sem dúvida alguma  muito aguardada, não só por ser a mais festiva em grande parte dos países mundiais, mas também por ser tradicionalmente a época dos encontros com a família e amigos, da partilha, da reconciliação, da tolerância e da união, mas, sejamos realistas, é ainda a época das compras, dos presentes escondidos pela casa ou colocados no sapatinho ou em baixo da árvore de Natal, do presépio e principalmente do Pai Natal, certamente a figura mais marcante e mais emblemática desta quadra.

Mas, o velhinho mágico de barba branca existirá mesmo?

Existem vários mitos sobre a sua origem, mas, na verdade, ninguém conhece ao certo a sua verdadeira história.

Alguns historiadores gregos defendem uma teoria que remonta ao século III, de que o homem de barba branca e vestido de vermelho foi inspirado num bispo que viveu na península anatoliana, onde se encontra hoje a Turquia, famoso em grande parte da Europa e na Ásia Menor por distribuir presentes em segredo às crianças mais necessitadas.

No entanto, à medida que os séculos iam passando, a controvérsia sobre a figura do Pai Natal subia de tom.

Foi só no final do século XIX que estudiosos britânicos e americanos de antropologia fixaram de vez a imagem do Pai Natal, um homem com cara de avô, simpático, de boas intenções que se aventurava a saír do Polo Norte para fazer longas viagens num trenó puxado por renas para distribuir presentes pelo mundo inteiro.

Esta é a imagem que grande parte dos povos espalhados por todo o mundo atribui ao Pai Natal. 

História do Pai Natal

Haverá quem nunca se sentiu fascinado com uma pequena lembrança do Pai Natal?

Outra das magias do Natal é o presente. Oferecer é um gesto de carinho e empatia, de dizer a um familiar ou amigo “estou aqui” ou “não me esqueço de ti”, mas é também uma maneira de recordar o gesto dos três reis magos após o nascimento de Jesus, como dizem os escritos cristãos.

 Quem é que não gosta de receber um presente de Natal?  

Mas, como surgiu esta prática escondida de colocar presentes junto da árvore de Natal ou no sapatinho de alguém, sem que se saiba quem os colocou lá?

Segundo histórias populares antigas, o pioneiro desta tradição foi Nicolau, um bispo romano do século V que gostava de ajudar crianças e jovens em situação de extrema pobreza, chegando ao ponto de doar parte dos seus rendimentos a três jovens raparigas muito pobres para que pudessem casar e não acabarem por se envolver na prostituição.

História do Pai Natal 

Na nossa opinião, mais importante que qualquer mito ou a particularidade natalinas, é compreender e cultivar diariamente o verdadeiro significado e espírito de Natal!

Na nossa loja encontrará os melhores presentes para oferecer aos seus familiares, amigos e cara metade. Veja o nosso catálogo e delicie-se com as inúmeras ideias para presentear alguém este Natal. 

Juntos, partilhamos amor.