‧ Envio Grátis ‧ Receba em 4 dias úteis ‧ 30 Dias para Trocar ‧ 2 Anos de Garantia ‧

Meditação Japa: Como usar um Japamala?

Um japamala pode ser usado de diversas formas de acordo com a preferência de cada um. Este acessório pode ser usado como objecto decorativo dentro de casa, do local de trabalho ou até do carro, contudo, ele tem vindo a ganhar destaque por ser considerada uma ferramenta espiritual nas práticas de meditação usadas por diversas culturas e religiões. 

A meditação japa é a mais conhecida, comummente usada nas tradições espirituais do yoga e do budismo.  

Nesta meditação, primeiramente, deve-se procurar um local tranquilo, onde não haja interrupções, e encontrar uma posição confortável. Pode recorrer-se a almofadas ou cobertores para servir de apoio, ou apenas uma simples cadeira que nos permita manter os pés no chão e a coluna erecta. 

Recomenda-se que feche os olhos, para tentar minimizar as distracções externas e permanecer em silêncio durante a respiração inicial. Esta respiração deve ser lenta, relaxada e profunda, inspirando lentamente pelo nariz, sentido o abdómen a expandir e a contrair de acordo com a inspiração e expiração. 

E o japamala? Como devo usar? 

Na meditação japa recomenda-se que segure o japamala com a mão direita (uma vez que a mão esquerda, na Índia, é considerada impura) e use o polegar para contar cada mantra. Por sua vez, o dedo indicador deve ficar afastado da mão e deve evitar tocar no japamala, e tão pouco ser usado para contar o mantra ou oração.

A conta guru não deve ser contado nem tocado pelo polegar, uma vez que ele é usado como ponto inicial e final do mantra. 

O dedo vai, gentilmente, passando as contas após cada mantra, até terminar na conta guru.

Por fim, é importante manter a mente focada no mantra e concentrar a atenção na sensação do polegar a tocar as contas do japamala.