‧ Envio Grátis ‧ Receba em 4 dias úteis ‧ 30 Dias para Trocar ‧ 2 Anos de Garantia ‧

Como surgiu a tão famosa "lua de mel"?

Esta questão sobre uma das ocasiões mais aguardadas por duas pessoas do mesmo sexo ou de sexo diferente que se amam, ocorre normalmente quando elas decidem oficializar a sua união.

Independentemente da origem do termo em causa, a lua-de-mel é um momento único, envolto em romantismo e sensualidade mas, no nossa perspectiva, a lua-de-mel deve ser também uma oportunidade para os membros do casal fortalecerem o amor, o companheirismo e, ao mesmo tempo, para se dedicarem privada e agradavelmente um ao outro sem preocupações e recuperarem física e mentalmente depois de semanas ou meses de fadiga e stress acumulados com a organização do casamento.

Existem vários textos, lendas, versões e teorias sobre a temática da origem da lua-de-mel, facto que confundiu historiadores e investigadores que nunca chegaram a conclusões definitivas.

Rezam algumas lendas que a burguesia inglesa do século XIX associava a lua-de-mel a viagens dos casais de visitas a familiares distantes que não podiam comparecer à celebração do casamento.

Outras lendas contam que habitantes de pequenas povoações alemãs da Idade Média, ligavam a palavra Lua somente a uma das fases da Lua, a Lua Cheia que em sua opinião representava a fertilidade, e associavam a substância doce produzida pelas abelhas a um licor que os próprios faziam e que o casal deveria beber, porque acreditavam que o mel representava a procriação. Por esses motivos os casamentos eram realizados exclusivamente nas noites de Lua Cheia.

No mesmo sentido vão os textos académicos e pretensamente científicos existentes, principalmente, nos continentes europeu e americano, que referem que o termo lua-de-mel deveu-se à decisão das mulheres da Roma Antiga de oferecerem um copo com mel às suas filhas no dia dos seus matrimônios, como símbolo do prazer e sexualidade.

Há também escritos antigos, que, de igual modo, dizem que o termo lua de mel teve origem na Babilónia, onde o homem oferecia cerveja de mel ao seu genro durante uma Lua ou um mês, um gesto que à época significava sensualidade e paixão e que estimulava a vida sexual dos recém-casados.

Outras lendas há, que dizem que a expressão em questão é originária de vários pontos da Europa dos séculos VI a XIII, onde os recém-casados se iam habituando a tomar um “cocktail” de mel, água, cerveja e cevada, uma bebida considerada então como essencial para o bem-estar físico e psicológico no que respeitava à vida sexual do casal. 

Em suma, ninguém sabe ao certo qual delas foi a verdadeira origem do termo lua-de-mel, no entanto, sabemos todos que a lua e o mel, são, de certa forma, presenças recorrentes na vida dos recém-casados, por isso, se chegou o seu tão desejado momento, viaje se puder para o local com que sempre sonhou e descubra você mesma/o a origem do termo em questão!

Lua de Mel