‧ Envio Grátis ‧ Receba em 4 dias úteis ‧ 30 Dias para Trocar ‧ 2 Anos de Garantia ‧

Breve história das alianças de casamento em diversas culturas.

A palavra aliança tem a sua origem no latim, sendo o seu significado "compor" ou "ligar-se a". Neste sentido, a aliança, desde há muitos e muitos anos atrás, serve para simbolizar a união entre duas pessoas, por norma, usada no dedo anelar. Actualmente, quem usa uma aliança neste dedo, para a nossa cultura, é visto como alguém que está num relacionamento estável com outra pessoa. 

Mas de onde surgiu este conceito? 

Para percebermos melhor a história das alianças de casamento, é importante referir algumas épocas da antiguidade como, por exemplo, o Egito Antigo. Nesta altura, os povos usavam alianças como símbolo da união para a eternidade. Quando alguém coloca uma aliança no dedo, todos os demais, saberiam que a pessoa em causa havia feito uma promessa a outra pessoa que garantisse um companheirismo mútuo para toda a vida. 

Já na Grécia, as alianças além de ser o símbolo do casamento ou noivado, representavam também um símbolo de confiança. Curiosamente, algumas era usadas como chaves de quartos onde estavam escondidas as riquezas das famílias e, desta forma, quem entregasse a chave desse quarto para alguém significava que estava a confiar toda a riqueza e história da família a essa pessoa. A entrega de uma dessas chaves significava um pedido de casamento, sendo esta uma forma de provar a sua confiança.

No Império Romano, as alianças tinham outro significado além do casamento em si, pois representavam primariamente o poder. Ou seja, não eram apenas os "amantes" que usavam aliança para exibir publicamente, mas sim os imperadores e senadores romanos que adoram ostentar riqueza, sendo as alianças uma parte importante dos seus guarda-jóias. 

Na cultura cristã, o anel de noivado nasceu com propósito de afirmar publicamente a intenção dos noivos se casarem, sendo este anel colocado no dedo da mão direita e passando para o dedo da mão esquerda no dia do casamento. A aliança, nesta cultura, simboliza o compromisso definitivo entre duas pessoas, que prometem amar-se e respeitar-se na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na pobreza e na riqueza até que a morte os separe. A aliança é trocada numa igreja, em frente ao padre, e tem muito valor simbólico perante a sociedade. 

Em suma, é difícil afirmar qual foi a primeira civilização que criou o conceito das alianças de casamento, uma vez que, por todo o mundo, embora as alianças tivessem diferentes significados, convergiam no mesmo propósito: um compromisso.